Quadrilhas de empréstimos consignados são investigadas em Gilbués e Monte Alegre

O Ministério Público do Estado do Piauí, decidiu prorrogar por mais 90 dias o prazo de investigação de denúncia sobre a existência de quadrilhas especializadas em crimes de estelionato em Gilbués e Monte Alegre do Piauí.

Resultado de imagem para FRAUDE CONTRA IDOSONa portaria de nº 35/2019, do dia 26 de março, o promotor José Sérvio de Deus Barros explicou que existe um procedimento investigatório criminal que tramita naquela Promotoria,  que tem como objetivo investigar a denúncia sobre a existência de quadrilhas especializadas no cometimento de crimes de estelionato, em detrimento de idosos, mediante a obtenção, junto a instituições financeiras diversas, de empréstimos consignados, em nome das vítimas e sem o consentimento delas.

Com a necessidade de continuar investigando o caso para coletar mais informações, o promotor decidiu prorrogar o prazo de investigação por mais 90 dias.

Fonte: Portal Corrente

VEJA TAMBÉM
© 2017 Corrente é notícia, todos os direitos reservados