Empresários e servidores da Semar-PI são presos em operação

A Secretaria de Segurança Pública  e a Polícia Civil do Piauí, através do Grupo de Repressão ao Crime Organizado – GRECO, deflagraram na manhã desta quinta-feira (30), a Operação Natureza, com o objetivo de prender agentes públicos e empresários que cometeram crimes de corrupção ativa, corrupção passiva, associação criminosa, advocacia administrativa, além de crimes ambientais.

Empresários e servidores da Semar-PI são presos em operaçãoForam expedidos 10 mandados de busca e apreensão e sete mandados de prisão temporária que foram cumpridos em Teresina, Regeneração, Guadalupe e Brasília-DF. 

As investigações foram iniciadas em 2015, por meio de uma denúncia anônima feita à Polícia Federal e, posteriormente encaminhada ao Greco, visando a apuração de ilícitos praticados por servidores da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado do Piauí (SEMAR-PI), tais como desvio de verbas públicas, o uso irregular de bens públicos, emissão de licenças ambientais de forma irregular, dentre outros. As ações dos investigados ocorrem desde 2012 e o valor estimado de prejuízo à administração pública é de R$ 3.129.236,04. 

A operação contou como o apoio operacional da Diretoria de Inteligência da SSP e Polícia Civil (DINT), Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), Divisão de Operações Especiais (DOE), Delegacia de Repressão a Crimes de Internet (DRCI), Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), 4º Distrito Policial, Polícia Civil do Distrito Federal, 25º Batalhão do Exército Brasileiro e Tribunal de Contas do Estado.

Portal r10 

VEJA TAMBÉM
vida saúde
FIEL 1
FIEL 3
droga centro
FONS
OPT
PA
tecnotica
WIL0002
drga centro 2
© 2017 Corrente é notícia, todos os direitos reservados