Mentor de estupro coletivo em Castelo do Piauí é condenado a mais de 100 anos de prisão

Após 18 horas de julgamento, o Tribunal do Júri condenou Adão José Silva Sousa por ser o mentor do estupro coletivo de quatro adolescentes no município de Castelo do Piauí, em 2015. O réu foi condenado a 100 anos, nove meses e 18 dias de prisão. 

07cf03c2-efc4-402e-afc4-bf6da0e01463.jpgAdão responderá por homicídio e mais duas tentativas de assassinatos. 

"A pena poderia ser 20 anos maior, já que Adão foi absolvido pelo júri por uma das tentativas de homicídio. Acredito que os jurados se equivocaram ao responder alguns questionamentos feitos pelo magistrado", avaliou  João Washington Melo, assistente de acusação. 

O júri foi formado por cinco mulheres e dois homens, todos aparentando ter em média 40 anos de idade. O julgamento terminou às 3h30 desta quarta-feira (28).

Os três adolescentes que também eram investigados no caso foram condenados anteriormente e permanecem internados no Centro Educacional Masculino (CEM).

adao1.jpg32f15044-0dba-4dbc-9dfb-ce9eb904b907.jpg

cidade verde 

VEJA TAMBÉM
vida saúde
FIEL 1
FIEL 3
droga centro
FONS
OPT
PA
tecnotica
WIL0002
drga centro 2
© 2017 Corrente é notícia, todos os direitos reservados