A cem dias da Copa do Mundo, meio time de Tite está em ‘observação’

A cem dias do início da Copa do Mundo na Rússia, o técnico Tite precisa lidar com um fantasma que neste início de ano está assombrando a seleção brasileira: o das lesões. Mais do que conviver com a incerteza sobre as reais condições em que Neymar estará no torneio, o técnico se vê às voltas com meio time titular sofrendo com lesões musculares ou de joelho – e isso que os principais jogadores ainda devem ter uma exaustiva reta final de temporada europeia.

Operado sábado de uma fratura no quinto metatarso do pé direito, Neymar só deve voltar aos gramados em maio. Mas, se a seleção entrasse em campo hoje, Tite teria ainda mais problemas a resolver, já que precisaria escalar sua dupla de zaga, seu lateral-esquerdo, um de seus possíveis volantes e o atacante mais agudo do time sem o melhor ritmo de jogo.

 

Seleção: A cem dias da Copa do Mundo, meio time de Tite está em ‘observação’© Arte Estadão A cem dias da Copa do Mundo, meio time de Tite está em ‘observação’

O grande número de lesões fez com que o técnico adiasse em dez dias a convocação para os dois últimos amistosos antes da convocação para a Copa, diante de Rússia e Alemanha, no próximo mês. A lista será divulgada na próxima semana, e Tite resolveu aproveitar esse tempo para acompanhar in loco a situação de alguns jogadores. Ele está na Europa junto com o auxiliar Sylvinho desde sábado, e hoje estará no Parque dos Príncipes, em Paris, para assistir ao jogo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões entre Paris Saint-Germain e Real Madrid – os espanhóis venceram o jogo de ida por 3 a 1.

 

Em Paris, Tite poderá ver como estão de fato o zagueiro Marquinhos e o lateral-esquerdo Marcelo. Os dois, titulares da seleção brasileira e que já ostentaram inclusive a braçadeira de capitão, ficaram fora dos últimos jogos do PSG e do Real Madrid devido a lesões musculares. Eles foram relacionados para o duelo de hoje e deverão iniciar a partida. Casemiro, Daniel Alves e Thiago Silva – que deve ficar no banco do time francês – também serão observados pela comissão técnica do Brasil.

No domingo, a dupla da comissão técnica da seleção esteve em Manchester, na Inglaterra, acompanhando o confronto entre Manchester City e Chelsea. Tite viu as atuações de Willian, o provável substituto de Neymar, de Danilo e Ederson, mas teve pouco tempo para observar o atacante Gabriel Jesus, seu titular no ataque. O jogador, que ficou dois meses afastado dos campos devido a uma lesão no joelho esquerdo sofrida no fim do ano passado, entrou apenas nos minutos finais da partida. Na semana passada, diante do Arsenal, Gabriel Jesus jogou apenas 31 minutos. 

O treinador também não pôde observar no domingo o volante Fernandinho – a quem considera opção para o lugar de Casemiro ou mesmo de Renato Augusto –, que se recupera de lesão na coxa esquerda sofrida há nove dias e só deve ter condições de jogo às vésperas da apresentação para os amistosos. 

Companheiro de Marquinhos na seleção, o zagueiro Miranda, da Inter de Milão, também ficou fora das últimas partidas do Campeonato Italiano. Com uma contusão no adutor da coxa esquerda, ele ficou duas semanas sem jogar no mês passado. Agora, voltou a ser relacionado.

Outro jogador que preocupa a comissão técnica da seleção é Paulinho. O volante do Barcelona não vem de lesão, mas está há mais de um ano jogando sem tirar férias. Ele se transferiu do Guangzhou Evergrande, da China, para a Espanha em agosto do ano passado e desde então vem atuando regularmente pela equipe catalã. O temor é pelo desgaste físico, que deve se acentuar com a reta final da temporada europeia.
Apesar do receio com as lesões a 100 dias do início da Copa do Mundo, o técnico Tite procura colocar esse fantasma em perspectiva, como disse na entrevista que concedeu ao [BOLD]Estado[/BOLD] recentemente. 
“Todos os atletas que são convocados ficam entre clube e seleção. ‘Não posso me machucar porque tem a seleção, e é o Mundial’. Eles vão trabalhar isso conforme a maturidade deles. A minha orientação é jogar de forma competitiva, tal qual se faz sempre”, disse o treinador. “Jogar em alto nível até a final [ITALIC](da Liga dos Campeões, em 26 de maio)[/ITALIC] te dá ritmo de competição, mas te desgasta física e mentalmente. Em contrapartida você pode não ter um desgaste físico, mas você não está em ritmo de competição”, continuou.
Amanhã, Tite estará em Londres para assistir ao duelo entre Tottenham x Juventus.

msn 

VEJA TAMBÉM
vida saúde
serigra
FIEL 1
FIEL 3
pet
pet 2
droga centro
FONS
OPT
PA
tecnotica
WIL0002
drga centro 2
© 2017 Corrente é notícia, todos os direitos reservados