Boa Esporte perde patrocinadores após contratar Bruno

A contratação de Bruno causou mais um impacto negativo ao Boa Esporte. Após reunião na tarde desta segunda-feira, o Grupo Góis & Silva decidiu deixar de ser o patrocínio máster do clube para a sequência da temporada.

Inicialmente, a holding chegou a optar por manter o contrato com a Boa Esporte. Porém, segundo o "Estado de Minas", o grupo Góis & Silva teria voltado atrás devido à grande rejeição com o acerto de Bruno com o clube.

Com a saída da Góis e Silva, o Boa Esporte perde o quarto patrocínio devido ao acerto com Bruno. Após o anúncio da contratação do goleiro, anunciaram rompimento de contrato as empresas Nutrends Nutritions, Cardiocenter e Magsul.

Bruno deixou a cadeia em 24 de fevereiro, devido a um habeas corpus concedido pelo STF. O jogador de 32 anos aguardará em liberdade a decisão do recurso do processo que o condenou a 22 anos e três meses de prisão por sequestro, morte e ocultação de cadáver da modelo Eliza Samudio.

VEJA TAMBÉM
© 2017 Corrente é notícia, todos os direitos reservados