Sérgio Moro admite participar do governo Bolsonaro

O juiz federal Sergio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato na primeira instância, admitiu que poderá assumir o Ministério da Justiça caso o convite seja feito pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

Sérgio Moro admite participar do governo Bolsonaro"Tudo depende de conversar para ver se há convergências importantes e divergências irrelevantes", comentou o magistrado ao jornal "O Estado de S. Paulo".

No primeiro dia após ser eleito, Bolsonaro, em uma série de entrevistas a emissoras de televisão, confirmou que pretende convidar Moro para assumir o Ministério da Justiça ou indicá-lo para ocupar umas das vagas do STF (Supremo Tribunal Federal) assim que houver disponibilidade.

Em comunicado distribuído à imprensa na terça-feira (30), Moro disse que ficava "honrado com a lembrança" para assumir o ministério ou integrar o STF. "Caso efetivado oportunamente o convite, será objeto de ponderada discussão e reflexão".

Um dos coordenadores da campanha de Bolsonaro, o ex-presidente do PSL Gustavo Bebianno disse, na terça, que nenhum convite formal havia sido feito ainda a Moro.

Bebianno admitiu, contudo, que o nome do juiz tem sido ventilado e que "gostaria" de tê-lo à frente do Ministério da Justiça ou do Supremo Tribunal Federal.

Caso aceite ser ministro da Justiça de Bolsonaro, Moro deverá pedir exoneração do cargo de juiz federal ou pedir sua aposentadoria.

Fonte: UOL

 
VEJA TAMBÉM
vida saúde
FIEL 1
FIEL 3
droga centro
FONS
OPT
PA
tecnotica
WIL0002
drga centro 2
© 2017 Corrente é notícia, todos os direitos reservados