Técnicos dos ministério de Minas e Energia (MME) e da Fazenda reúnem-se hoje (4) para discutir a criação de uma política de amortecimento de preços dos combustíveis que chegue ao bolso do consumidor. Esta é a segunda reunião do grupo de trabalho criado para esse fim. A discussão inclui derivados do petróleo, como a gasolina. 

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, disse hoje (1º) que o governo prometeu e cumpriu "ponto por ponto, vírgula por vírgula" , "de forma peremptória", todas as propostas acertadas com os caminhoneiros. Padilha reafirmou que o governo garante a vigência do desconto, de R$ 0,46 por litro de óleo diesel na bomba, com base no preço de 21 de maio. "O prazo é de 72 horas, na segunda-feira todos os postos deverão praticar o preço com desconto no óleo diesel", acrescentou.

vida saúde
serigra
FIEL 1
FIEL 3
pet
pet 2
droga centro
FONS
OPT
PA
tecnotica
WIL0002
drga centro 2
© 2017 Corrente é notícia, todos os direitos reservados